Município da Guarda

Acesso Rápido
Linha Verde
Linha Verde Recados de Criança
BricoSolidário
A sua opinião conta
Recomendamos
Símbolo Acessibiliade
Este sítio foi preparado para ser acessível aos utilizadores com necessidades especiais.
Transpoortes Urbanos
O Provedor de Justiça na Defesa do Cidadão

Ciclismo - Troféu Cidade da Guarda/4º GP de Portugal
Vitória do Holandês Tom Dumoulin

Nelson Oliveira foi 2º no contra-relógio e na geral final

Contra todas as expectativas, o russo Arkimedes Argueles, que liderou a corrida desde o primeiro dia, vestindo a camisola amarela na chegada ao Sabugal, registou uma pesada derrota no contra-relógio, de 17,5 Km, disputado, ontem de manhã, dia 28, na Guarda, onde o holandês, Tom Dumoulin, obteve uma vitória categórica que lhe valeu a conquista do Troféu Cidade da Guarda-4º GP de Portugal, organizado pela PAD, primeira prova do calendário da Taça da Nações criada pela UCI para ciclistas da classe Sub-23.

O melhor português, Nelson Oliveira (Portugal A), confirmou as suas características de contra-relogista, ao impor-se como o mais directo adversário do holandês, com uma actuação que lhe valeu o segundo lugar na etapa, a escassos 04 segundos do vencedor, e a subida ao segundo posto da geral, apenas com mais 13 segundos. 

Nos 17,5 quilómetros do percurso, desta etapa final, o holandês Tom Dumoulin, gastou 24m 41s, à média de 42,539 Km/h, e desde que discutiu a vitória na primeira etapa, no Sabugal, que perdeu para o russo Arkimedes Argueles, manteve este sob a mais discreta vigilância, para, nesta especialidade, fazer valer os seus créditos. O russo gastou mais um minuto, classificando-se em 17º na etapa e em 4º na geral.

Entre os portugueses, para além dos espectaculares segundos lugares de Nelson Oliveira, na etapa e na geral final, merece particular destaque a valiosa prestação de Joni Brandão (Portugal B) que se cotou no 13º lugar, tendo gasto mais 52 segundos do que o vencedor. O segundo melhor português foi Amaro Antunes (Portuga A), que terminou em 16º lugar, com mais 1m 16s, seguindo-se Vasco Pereira (Portugal A), em 28º, a 1m 47s.

Individualmente, Tom Dumoulin triunfou também na geral da Juventude, o russo Arkimedes Argueles venceu por pontos (Regularidade), e o norte-americano Benjamim King, foi o rei da montanha. Por equipas, a vitória final coube à selecção mista da UCI.


REACÇÕES

Declarações dos protagonistas do dia e do director da prova Joaquim Gomes após o final do Troféu Cidade da Guarda/4º Grande Prémio de Portugal:

Nélson Oliveira (POR), melhor português e 2º da geral final:
«O objectivo era vencer, mas não foi possível – ficámos em segundo e só tenho que dar os parabéns à minha equipa de Portugal, que se esforçou para eu estar ao meu melhor nível e chegar bem ao contra-relógio; estão todos de parabéns»
«O objectivo era tentar chegar à vitória no contra-relógio, não foi possível; pensava estar um pouco melhor, mas melhores dias virão e há que levantar a cabeça e seguir em frente»
«Tive um pequeno engano numa rotunda, não tive tempo de ver o circuito – só fiz o reconhecimento de carro, de bicicleta é completamente diferente… o vento também não ajudou muito mas isso é igual para todos»
«Os meus próximos objectivos são o Campeonato da Europa e o Campeonato do Mundo e, claro, as provas por equipas com a Xacobeo/Galicia».

Tom Dumoulin (RUS), 1º da geral individual e 1ª na última etapa:
«Foram três dias maravilhosos em Portugal; ontem não tive uma prestação muito boa, por isso fiquei contente por ter feito melhor neste último dia. Na verdade, pensei que hoje também tinha estado mal, mas depois vi o meu tempo e foi o suficiente para ganhar a etapa e a prova»
«Havia muito vento durante o contra-relógio, muitas subidas e descidas ao longo do percurso, não foi nada fácil»
«Foi uma boa estadia em Portugal, mesmo que a metereologia na primeira etapa não tenha estado muito boa. Depois dessa primeira etapa em que falhei a vitória por centímetros fiquei um pouco em baixo, mas depois falámos sobre isso em equipa e encarámos a situação como uma motivação, pelo que até dormi bem nessa noite»

Joaquim Gomes, director da organizadora PAD e da prova:
«O sol brindou-nos com um excelente final de prova, depois de todas as condicionantes colocadas pelo mau tempo na primeira etapa. Este contra-relógio desenrolou-se sob óptimas condições, quer do percurso quer em termos climatéricos. Todas as vertentes implicadas contribuíram para o sucesso do Troféu Cidade da Guarda – desde a Protecção Civil, PSP, GNR, Autarquia da Guarda, até pela experiência que adquirimos no trabalho conjunto nas etapas da Volta a Portugal presentes na região»
«Em termos desportivos houve um excelente comportamento por parte de todos os jovens corredores; é de realçar o comportamento do Nélson Oliveira, até porque é um corredor português e vice-campeão do mundo de contra-relógio de sub-23: acabou segundo classificado na etapa e na geral, fruto de muito trabalho que a selecção portuguesa efectuou para poder chegar ao último dia com o Nélson em condições de poder discutir o contra-relógio e eventualmente a vitória na prova em termos individuais. Foi segundo na etapa e segundo na geral final, foi um óptimo resultado para as cores lusas».

Alguns momentos da final do Troféu Cidade da Guarda/4º Grande Prémio de Portugal

     
     

Veja aqui a tabela de classificação geral

Veja aqui a tabela de classificação contra relógio

Fonte: http://videos.sapo.pt 

© 1997-2006 Câmara Municipal da Guarda - Produção: Dom Digital, Lda.