Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

DANÇA - "A Bela Adormecida"

Dança

26/10/2022

21:30

Teatro Municipal da Guarda - Grande Auditório

leitura do texto

​Peça coreográfica para 13 bailarinos, livremente inspirada no 'Gulistan' de Saâdi. Durante o sono, a protagonista 'Rose' é forçada a interiorizar a sua autoimagem, consciente ou inconscientemente, até que seja despertada do seu isolamento forçado. Na maioria dos contos, se a maldição inicial sobre 'Rosa' tivesse prevalecido, ela teria morrido. Em vez disso, ela permanece viva, numa espécie de estado de coma e de vigília. Em ambas as versões, de Grimm ou Perrault, o sono suspende a princesa entre dois mundos diferentes, ou seja, a transmuta em morto-vivo. Além disso, o sono é uma forma protetora de preservar a beleza da sua juventude. Além de aprisionar a heroína reduzindo-a a um paradigma patriarcal perfeito da mulher ideal, o sono também interrompe sua adolescência, privando-a de alegrias e experiências juvenis. Além disso, o sono isola-a da sociedade e impede-a de aprender a lidar com as provações e tribulações do mundo real. As forças sociais e as expectativas do papel de gênero moldam tudo o que ela faz, desde sua maldição, durante o seu sono em coma, até o encontro com um príncipe. Esses contos de fadas partem da premissa de que a responsabilidade da feminilidade é um desafio que muitas mulheres desejam evitar. A perspetiva tradicional dos autores influencia fortemente a identidade de gênero da protagonista e a maneira como ela interage com sua sociedade de gênero. Felicidade individual 'definida' e felicidade 'para sempre' não são prometidas a ninguém, especialmente a uma Bela Adormecida.

Coreografia: Fábio Lopez

Dia 26 out.

Horário: quarta-feira - 21h30

Local: Grande Auditório TMG

Bilhete: 10 Eur.

Class: m/6 ​