Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Câmara da Guarda tem luz verde para avançar com os Passadiços do Mondego

Turismo
17/10/2019
leitura do texto

Está para breve o início das obras de construção dos Passadiços do Mondego. O Município da Guarda recebeu hoje, dia 17 de outubro, o visto do tribunal de contas, podendo agora avançar com a obra que é, garante o presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, «um anseio da Guarda e da região». A obra que representa um investimento de cerca de três milhões de euros, deverá começar num curto espaço de tempo, uma vez que os contratos com a empresa já estão assinados, tratando-se apenas de uma questão logística.

O autarca da Guarda prevê que os Passadiços estejam concluídos «no prazo de um ano e meio ou, no máximo, de dois anos». Trata-se de uma obra «estruturante para a valorização do território e vem criar uma lógica de desenvolvimento turístico para um espaço geográfico que tem características únicas e próprias», refere Carlos Chaves Monteiro.

O projeto prevê um itinerário pelas margens do rio Mondego de cerca de 11 km e que passará por Videmonte, Trinta, Vila Soeiro, terminando na Barragem do Caldeirão aproveitando caminhos já existentes e integrando zonas de travessia, passadiços e de pontes suspensas. O Projeto abrange áreas como o Miradouro do Mocho Real, antigas fábricas de lanifícios e de produção de eletricidade, entre outros locais, beneficiando as freguesias de Videmonte, Maçainhas, Meios, Aldeia Viçosa e as Uniões de freguesia de Trinta e Corujeira e Mizarela, Pero Soares e Vila Soeiro.

Com a construção dos passadiços no rio Mondego, o presidente da Câmara acredita que o município irá «potenciar muito mais a capacidade de atração ao território». «É uma obra estruturante para a valorização do território e vem criar uma lógica de desenvolvimento turístico para um espaço geográfico que tem características únicas e próprias», referiu o autarca em entrevista à Agência Lusa. O autarca referiu ainda que a obra dos Passadiços «vai potenciar e é potenciada pelo reconhecimento da UNESCO do Geopark Estrela». Para o edil os Passadiços são «um grande projeto para a Guarda, para a região e para o todo nacional».

Imagem: Câmara da Guarda tem luz verde para avançar com os Passadiços do Mondego