Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Transversalidades 2020: António Pérez vence portfólio com trabalho intitulado “O mar move-nos”​

Cultura Informações e Serviços
09/12/2020
leitura do texto

​Já são conhecidos os vencedores da 9ª edição do Concurso de Fotografia “Transversalidades – Fotografia sem Fronteiras” do Centro de Estudos Ibéricos.

Nesta edição de 2020, o Concurso alcançou resultados expressivos, que atestam a maturidade e valia da iniciativa: foram submetidos perto de mil portefólios, provenientes de 78 países, num total de 4.505 imagens.

O fotógrafo espanhol António Pérez foi o grande vencedor com o portfolio intitulado “O mar move-nos”, um conjunto singular de fotografias recolhidas no Gana (na foto).

Aqui divulgamos os vencedores, por tema:

1. Património natural, paisagens e biodiversidade

Prémio Tema: Mark Anthony Agtay (Emiratos Árabes Unidos)

Menções honrosas: Niloufar Sharifi (Holanda); Luís Pedro Loureiro (Portugal); Mikhail Levinsky (Rússia)

2. Espaços rurais, agricultura e povoamento

Prémio Tema: Alireza Memariani (Irão)

Menções honrosas: Dibakar Roy (Índia); Helen McLain (Estados Unidos da América); Andi Nursam Adiputra (Indonésia)

3. Cidade e processos de urbanização

Prémio Tema: Luís Ramos (Portugal)

Menções honrosas: Manolo Espaliú (Espanha); Soumyabrata Roy (Índia); Massimiliano Maddalena (Espanha)

4. Cultura e sociedade: diversidade cultural e inclusão social

Prémio Tema: Diego Herrera Carcedo (Espanha)

Menções honrosas: Michel Redondo (Colômbia); Sahirova Krystyna (Ucrânia); Danilo Garcia Di Meo (Itália)

Aqui podem ser consultadas as imagens premiadas e os catálogos editados desde 2011, bem como outras informações relacionadas com o projeto. As exposições e a publicação do catálogo desta presente edição do concurso serão realizadas em abril de 2021, devido aos constrangimentos causados pela conjuntura pandémica.

Recorde-se que o projeto Transversalidades – Fotografias Sem Fronteira teve início em 2011 com o objetivo de sublinhar o valor estético, documental e pedagógico da fotografia para valorizar territórios com menos visibilidade e de fomentar o diálogo entre territórios, pessoas e instituições pessoas e instituições que se encontram dispersas pelas amplas geografias do planeta.

Imagem: Transversalidades 2020: António Pérez vence portfólio com trabalho intitulado “O mar move-