Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Homenagem da Google a Carolina Beatriz Ângelo

Cidadania e Participação Informações e Serviços
28/05/2021
leitura do texto

Há 110 anos – neste mesmo dia 28 de maio de 1911 – a médica e ativista guardense Carolina Beatriz Ângelo tornou-se a primeira mulher a votar em Portugal.

Foi, por isso, destaque na imprensa europeia.

E, também por isso, 110 anos depois, é hoje destaque do principal motor de busca mundial, o Google, que celebra esse ato notável de afirmação dos direitos das mulheres e da radical igualdade entre homens e mulheres!

Inserida num mundo estruturalmente machista, Carolina Beatriz Ângelo aproveitou um lapso legal da legislação eleitoral para, enquanto detentora de formação superior e viúva, ser considerada 'chefe de família'. Foi o reconhecimento judicial dessa condição que lhe permitiu votar.

A esta sua vitória somaram-se muitas outras.

Carolina Beatriz Ângelo fundou a Associação Portuguesa de Propaganda Feminista, uma força-chave na luta pelos direitos das mulheres e das crianças portuguesas. Foi uma das primeiras mulheres portuguesas a estudar no ensino superior, licenciou-se em medicina, foi a primeira mulher a realizar uma cirurgia em Portugal.

É com muito orgulho que o Município da Guarda testemunha hoje a homenagem mundial realizada pela Google a esta conterrânea que, pelos seus feitos, se tornou uma figura histórica e um símbolo mundial da afirmação dos direitos e das capacidades das mulheres!

Falar hoje de Carolina Beatriz Ângelo é, em primeiro lugar, falar do dever cívico de lutar pela igualdade de tratamento e de oportunidades entre homens e mulheres.

São precisas mais mulheres na vida pública!

São precisas mais mulheres na liderança!

É fundamental que mulheres tenham uma representação justa e proporcional nos mais altos cargos de responsabilidade económica, social, política, religiosa e cultural.

O caminho da paridade entre as mulheres e os homens é o legado de Carolina Beatriz Ângelo. É por esse legado que temos de lutar!

Carlos Alberto Chaves Monteiro, presidente da Câmara Municipal da Guarda

Imagem: Homenagem da Google a Carolina Beatriz Ângelo