Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Eduardo Lourenço é o homenageado da primeira Caravana Literária, que parte carregada de poesia e pensamento

Informações e Serviços
17/08/2021
leitura do texto

Projeto itinerante surge no âmbito da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027 e é dedicado ao filósofo e ensaísta Eduardo Lourenço. Uma homenagem ao gigante português do pensamento que será protagonizada por poetas, pensadores, escritores e pela voz da poesia, em colaboração com músicos e atores. Do alinhamento constam ainda testemunhos e três conferências sobre a poesia na contemporaneidade e os concertos de Sérgio Godinho e o Rap Global por MAZE e Boaventura de Sousa Santos.

Os municípios da Guarda, Almeida e Foz Côa promovem, de 3 a 5 de setembro, a primeira Caravana Literária – Festa da Literatura e do Pensamento. A iniciativa, que se realiza no âmbito da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027, é um projeto itinerante dedicado, anualmente, à figura e obra de um autor consagrado com ligação aos concelhos que integram a candidatura.

Para a primeira edição a escolha foi imediata, e recaiu sobre um homem da terra, um grande pensador de Portugal e da Europa, desaparecido no ano passado. A figura e o pensamento de Eduardo Lourenço serão transversais aos três dias da Caravana Literária, nesta homenagem que arranca na sexta feira, dia 3 de setembro, na Guarda, viaja até Almeida no segundo dia, 4 de setembro, e termina, domingo, dia 5, em Foz Côa.

Com um programa recheado, onde se incluem debates, tertúlias e performances poéticas, destacam-se os momentos mais simbólicos desta Caravana Literária, onde a poesia vai ser dita por poetas, atores e músicos. Haverá sempre música ao final da tarde, em cada uma das localidades.

“Esta será a primeira grande homenagem a Eduardo Lourenço, integrada neste projeto, e aquela que versará sobre a importância da poesia na obra ensaística do autor. A ideia principal é relevar a relação que se pode estabelecer entre a obra de um grande pensador e a sua reflexão sobre a poesia e os poetas. Queremos, com esta iniciativa, assinalar este eixo menos divulgado da obra de Eduardo Lourenço, para além dos dois grandes eixos mais conhecidos que são a Europa e a Cultura Portuguesa”, sublinha Jorge Maximino, curador do projeto cultural.

Para o primeiro dia do evento, na Guarda, estão previstos vários momentos culturais, dos quais destacamos: a realização da Mesa-redonda: Mitos da Europa e poéticas da modernidade, com a participação de Nuno Júdice, António Carlos Cortez, Rosa Oliveira e moderação de João Rasteiro. Segue-se, à tarde, uma Performance poética, com textos de Camões, Pessoa e Sophia. A primeira conferência do evento está marcada para as 16h00 e versará sobre “A paisagem equatoriana na poesia de João Cabral de Melo Neto”.

O primeiro dia da Caravana Literária encerra com um concerto de Sérgio Godinho.

Dia 4, sábado, a caravana ruma até Almeida, sede do concelho da terra natal de Eduardo Lourenço (S. Pedro de Rio Seco), para um dia preenchido com diversas iniciativas de homenagem. Destacamos a inauguração do painel evocativo ao poeta e ensaísta pela mão da artista Graça Morais e a cerimónia de inauguração do Largo Eduardo Lourenço. Neste dia, e para além da habitual conferência com o tema “Poesia: imaginar é possível. (Notas sobre a poesia hoje.)”, há lugar a vários momentos musicais e performances poéticas que marcarão o ritmo e a intensidade com que as gentes de Almeida querem homenagear o grande pensador.

A primeira edição da Caravana Literária termina no domingo, dia 5, em Foz Côa, onde terá lugar a última conferência com o tema: “Eduardo Lourenço leitor de poesia”. Será também realizada uma Leitura homenagem pelos poetas. A primeira edição da Caravana literária encerra com um concerto Rap Global por MAZE e Boaventura de Sousa Santos.

A Caravana Literária é um projeto mais amplo e que não se esgota na candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027. O objetivo é o de envolver os 17 municípios que integram o projeto num núcleo intermunicipal de cooperação em iniciativas de âmbito cultural.

Consulte aqui ​o programa da iniciativa.

Imagem: Eduardo Lourenço é o homenageado da primeira Caravana Literária, que parte carregada de po