Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Guarda confirmada como sede do Centro Ibérico de Competências para a Economia Social, no âmbito Europeu

Cultura Direitos sociais Educação Cidadania e Participação Informações e Serviços
18/03/2022
leitura do texto

Está oficializada a Guarda como sede da primeira estrutura do Centro Europeu de Competências para a Economia Social. A confirmação do lado espanhol para o Centro Ibérico surgiu no passado dia 17 de março durante um encontro entre a ministra do Trabalho e Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, e a homóloga do governo espanhol, Yolanda Díaz.

Para o presidente da Câmara da Guarda e presidente da Direção do CEI, Sérgio Costa, «A futura liderança da Guarda na área de formação da Economia Social, numa Europa cada vez mais envelhecida, é uma oportunidade de atração de competências e saberes que temos de concretizar com afinco e determinação. O CEI será, portanto, a incubadora perfeita de uma valência que irá trazer cooperação e intercâmbios científicos, aliando a investigação à ação, para responder às necessidades nacionais e europeias, desbravando novos caminhos e competências na área da Economia Social. O CEI irá assumir um papel muito mais importante e estratégico para a Guarda e o Interior de Portugal». Recorde-se que, do lado português já havia sido assinado em janeiro o memorando de Entendimento para a criação de um Centro Protocolar de Formação Profissional para a Economia Social, entre o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), a Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) e o Centro de Estudos Ibéricos (CEI). Trata-se de um centro de competências específico para o setor social, financiado pelo Programa de Recuperação e Resiliência, para definir currículos e programas de formação a implementar na rede de formação profissional.

Imagem: Guarda confirmada como sede do Centro Ibérico de Competências para a Economia Social, no â