Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Guarda in Jazz arranca esta semana na cidade mais alta

Cultura Informações e Serviços
06/07/2022
leitura do texto

A Guarda dá impulso a este início de Verão com uma nova edição do Guarda in Jazz entre 8 e 17 de julho e com os ritmos jazz a marcar a vida cultural da cidade mais alta. O festival traz grandes nomes da cena nacional e internacional do jazz ao Teatro Municipal da Guarda (TMG) e, nesta edição, a outros palcos da cidade, como será o caso da Alameda de Santo André onde decorrerá o Guarda Wine Fest.

O Guarda in jazz arranca a 8 de julho com um dos melhores músicos de jazz português, Desidério Lázaro que se apresenta em formato de quarteto e que traz temas originais numa linha cinematográfica e com incursões ao rock e à música erudita. O Desidério Lázaro Quarteto atua no Café Concerto do TMG, pelas 22h00. No dia seguinte, 9 de julho, revisitam-se os standards com temas clássicos de jazz, transversais a várias gerações, com a Glenn Miller Orchestra vinda diretamente dos Estados Unidos da América. Esta Big band, formada por Glenn Miller em 1932, tem passado por várias formações ao longo das últimas décadas, atualmente é dirigida por Ray Macvay e conta com cerca de 20 músicos e cantores. Ao palco do Grande Auditório do TMG vão trazes as melodias eternas da época dourada do jazz e do swing dos anos 30 do Séc XX. O concerto está marcado para as 21h30.

A 13 de julho no Café Concerto do TMG atua o Luís Vicente Quarteto. Adepto do Free Jazz, este quarteto conta com aclamados músicos internacionais como William Parker, Hamid Drake ou John Dikeman. O concerto está marcado para as 22h00. No dia seguinte, 14 de julho, no Pequeno Auditório, é a vez de Laurent Filipe, trompetista, compositor e produtor que apresenta no TMG Ode to Chet, uma homenagem ao ícone do jazz Chet Baker, também ele trompetista.

E a partir de 15 de julho, o festival muda-se de armas e bagagens para o palco da Alameda de Santo André juntando-se ao Guarda Wine Fest, iniciativa também do Município da Guarda, em parceria com a CVRBI, que reunirá cerca de 40 produtores de vinho da Beira Interior, a que se juntam representações de mais duas Denominações de Origem vizinhas que coexistem no Distrito da Guarda: Douro e Dão. Sexta, dia 15, atua o Indigo Quintet, um projeto português criado em 2018 e que mistura estilos musicais do jazz ao rock. O grupo compôs música original para curtas metragens do realizador francês Jacques Tati. No dia seguinte, sábado, dia 16, é a vez do norte-americano John Pizzarelli. O músico da nova geração seguiu os passos do legado artístico de Nat King Cole. Pizzarelli já colaborou com artistas como Paul MacCartney e James Taylor. O Guarda in Jazz termina no domingo, dia 17, às 18h00, com Carioca de Limão, banda de Luso-brasileira que faz jazz de fusão: ritmos brasileiros fundem-se com o jazz e grooves funky, eletrónica e músicas do mundo.

Todos os concertos são de acesso ou entrada livre com exceção dos que acontecem nos auditórios do TMG. Mais infirmações na página do TMG em www.tmg.com.pt

Imagem: Guarda in Jazz arranca esta semana na cidade mais alta