Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Após incêndios, Municípios do PNSE avançam com memorando defendendo medidas urgentes do Governo

Ambiente Direitos sociais Segurança Cidadania e Participação Informações e Serviços Turismo
19/08/2022
leitura do texto

«Defendemos decretar com efeitos imediatos o estado de calamidade para toda a área do Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) e a elaboração de um plano de revitalização deste nosso parque», referiu o presidente da Câmara Municipal da Guarda, Sérgio Costa, assumindo papel de porta-voz, após uma reunião com os autarcas da Covilhã, Celorico da Beira, Gouveia, Seia e Manteigas que aconteceu ontem, dia 18 de agosto, em Manteigas.

Os seis Municípios integrantes do Parque Natural da Serra da Estrela, na sequência dos incêndios que afetaram uma extensa área do seu território, avançaram com um Memorando Conjunto e tornaram público o seu entendimento quanto às medidas a aplicar com carater de urgência. «Conscientes de que as fraquezas podem tornar-se na maior força de todo o território, estes seis Municípios acreditam que o Parque Natural da Serra da Estrela sairá reforçado, mais resiliente e determinado na sua preservação, conservação e atratividade turística.» E para o efeito defenderam as seguintes medidas:

- Decretar com efeitos imediatos o estado de calamidade para toda a área do Parque Natural da Serra da Estrela;

- Elaboração de um Plano de Revitalização do PNSE, nomeadamente ao nível do seu reordenamento florestal, paisagístico, hídrico e turístico;

- Tratamento prioritário das bacias hidrográficas do Zêzere e do Mondego, evitando que toda a bacia do Vale do Tejo e do Baixo Mondego sejam afetadas pela contaminação da água em virtude da erosão dos solos;

- Aprovação de medidas de curto prazo para: Estabilização de emergência dos solos e das encostas afetadas pelo incêndio; Recuperação das infraestruturas viárias e outras; Apoio ao setor da agricultura, pecuária e exploração florestal.

Para Sérgio Costa, «há medidas que devem ser implementadas no curto prazo, no imediato, como o Estado de Calamidade, que tem de ser de imediato, porque só faz sentido quando está a acontecer». O porta voz reforçou que este incêndio «é uma verdadeira tragédia para a região e para o Parque Natural da Serra da Estrela».

Imagem: Após incêndios, Municípios do PNSE avançam com memorando defendendo medidas urgentes do Go