Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Ciclo de Festivais de Cultura Popular começa este fim-de-semana

18/05/2015
leitura do texto Galeria

Foi hoje apresentado em Conferência de Imprensa o Ciclo de Festivais de Cultura Popular que vai decorrer em várias localidades do concelho da Guarda entre maio e setembro de 2015.

Começa já este fim- de-semana (23 e 24 de maio) nos Meios o primeiro dos festivais de cultura popular: o Festival 'Da Transumância ao Cobertor de Papa'. A iniciativa tem como tema principal 'Tosquia & Gastronomia' e contará com um programa diversificado. Este festival – que tem a lã e a transumância como fios condutores, decorrerá depois em mais dois momentos distintos: 'A Festa da Transumância' em Fernão Joanes, dias 18 e 19 de julho e 'A Festa do cobertor de papa', em Maçainhas, a decorrer nos dias 12 e 13 de setembro.

Mas há mais, o ciclo contará também com a Feira Concurso do Jarmelo a 7 de junho. Para além da habitual feira/concurso, o certame terá como novidades nesta edição as visitas guiadas e as visitas encenadas ao Castro do Jarmelo. A iniciativa parte da história local e tem como protagonistas D. Pedro e Dona Inês de Castro. Outra novidade prende-se com o Mercado da Terra que nesta edição terá a venda exclusiva de produtos locais pelas associações e produtores da região.

Nos dias 4 e 5 de julho na Arrifana decorrerá o Festival Raízes. Uma viagem às tradições ligadas à terra e ao seu cultivo. Este festival contará com feira, música tradicional e animação teatral. De destacar no programa das atividades os vários momentos de animação teatral, retratando momentos ligados à atividade agrícola.

E entre 31 de julho e 2 de agosto decorrerá nas localidades de Videmonte e Trinta o 'Festival Pão Nosso', onde o pão é o rei da festa. Do certame destacam-se a recriação do ciclo do pão que vai da ceifa à sua cozedura em forno a lenha. Haverá também um encontro com profissionais do setor para debater várias questões legais sobre o pão. Será também neste festival que a autarquia desafiará as padarias do concelho a fabricar o 'Pão Nosso', da Guarda.

Ciclo de Festivais para afirmar as singularidades da região

A cultura, o turismo e o desenvolvimento económico local dão o mote para a organização de um ciclo de festivais no mundo rural do concelho da Guarda a decorrer de maio a setembro de 2015. A Câmara Municipal da Guarda pretende alcançar uma abordagem integrada de envolvimento das comunidades na promoção do concelho, potenciando os produtos singulares e a sua autenticidade. A vaca autóctone jarmelista, a transumância, o cobertor de papa e o pão da Guarda são os recursos que este ano vão ser alvo de uma aposta reforçada.

Viajar para conhecer pessoas, tradições, histórias e aprender sobre o passado de maneira viva e autêntica tem sido uma das mais fortes tendências da procura turística. O turista que viaja com este objetivo vai em busca do autêntico, da vivência de uma experiência cujo principal atrativo é algum aspeto da cultura, seja ele a história, o quotidiano, o artesanato ou qualquer outra manifestação que o conceito de cultura alcance. Assim, a atividade turística é encarada como uma das mais importantes estratégias de desenvolvimento sustentável, já que há uma preocupação em aliar o progresso à perceção da procura por bens culturais e estilos de vida, pretendendo preservar os recursos naturais e culturais a par com o desenvolvimento local.

Neste sentido, a aliança entre cultura, turismo e desenvolvimento económico pode ser benéfica, pois o turismo é um fenómeno em constante evolução e tem adquirido crescente importância devido à sua capacidade de promover impactos (negativos e positivos) tanto sobre a economia, quanto sobre as relações sociais, a cultura e o meio ambiente do destino.

Um dos impactos do turismo que vem sendo evidenciado é a capacidade de contribuir para o desenvolvimento regional e local. O turismo é um elemento importante da vida social e económica, pois reflete as verdadeiras aspirações das pessoas no sentido de desfrutar de novos lugares, assimilar culturas diferentes, descansar e beneficiar de atividades de lazer. Desta forma, o turismo que tem como suporte os valores culturais e naturais tem sido encarado como elemento importante para o desenvolvimento, a par de contribuir para promover o envolvimento das comunidades com sua história, os seus atrativos culturais e a sua memória social.

Neste sentido, as comunidades que ainda preservam os seus valores identitários e diferenciadores devem reconhecer este potencial como uma das formas para dinamizar a economia e ao mesmo tempo valorizar e preservar os recursos. No entanto é necessário que exista um trabalho cooperativo entre todos os que participam neste processo: comunidade, órgãos públicos e privados, empresas e instituições da sociedade; para que se criem projetos e viabilizem investimentos que garantam o sucesso deste desenvolvimento de base sustentável.

Seguindo esta linha de pensamento, elaborou-se um programa anual de festivais/eventos destinado a melhorar a qualidade de vida dos habitantes dos núcleos rurais do território da Guarda, utilizando uma estratégia de desenvolvimento sociocultural, sustentável, focada nas pessoas, como agentes participativos, e nos recursos mais emblemáticos de autenticidade para aumentar o potencial de dinamização da base económica e produtiva local.

Os parceiros

Divulgar o património cultural material e imaterial, efetivo e afetivo, das comunidades envolvidas é um dos objetivos do Ciclo de Festivais de Cultura Popular que a autarquia da Guarda promove ao longo dos próximos meses.

Mas o foco do município vai também para o aumento do potencial de dinamização da base económica e produtiva local e para a criação de envolvimento da população na organização destas iniciativas, através de parcerias com coletividades e freguesias locais. Neste seguimento, a Câmara da Guarda associou-se a vários parceiros e coletividades para levar a efeito o ciclo.

O festival 'Da transumância ao Cobertor de papa' é uma parceria com: Associação Cultural e Recreativa de Fernão Joanes, Confraria Ovelhã, ADEFES, Escola de Artes e Ofícios de Maçainhas, Junta de Freguesia dos Meios, Junta de Freguesia de Fernão Joanes, União de Freguesias de Corujeira, Trinta e IPG.

A Feira Concurso do Jarmelo surge da associação de esforços da autarquia da Guarda com Associação Cultural e Desportiva do Jarmelo, Junta de Freguesia de São Pedro do Jarmelo, Junta de Freguesia de São Miguel do Jarmelo e a ACRI Guarda.

O Festival Viagem às raízes é organizado com o Grupo de Cantares da Arrifana e O Festival Pão Nosso com Rancho Folclórico de Videmonte, Junta de Freguesia de Videmonte, União de Freguesias da Corujeira, Trinta e IPG.

Imagem: Ciclo de Festivais de Cultura Popular começa este fim-de-semana

Imagem: jarmelo.jpg
Imagem: transumancia.jpg
Imagem: pao_nosso.jpg
Imagem: viagem_raizes.jpg