Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Conferências da Guarda: primeiro os “Desafios”, agora as “Oportunidades”

29/05/2015
leitura do texto

Aos “Desafios” sucedem-se as “Oportunidades”. Este último é, de resto, o tema em destaque das segundas Conferências da Guarda que a autarquia promove na próxima sexta, dia 5 de junho, na Sala António Almeida Santos, nos Paços do Concelho. A iniciativa está marcada para as 15h00 e tem início com intervenção do presidente da Câmara da Guarda, Álvaro dos Santos Amaro.

Às 15h15 tem lugar a intervenção de Duarte Rodrigues, do Conselho Diretivo da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, sob o tema “Portugal 2020 – O foco na competitividade e internacionalização”. Recorde-se que a Agência para o Desenvolvimento e Coesão, I.P. tem por missão coordenar a Política de Desenvolvimento Regional e assegurar a Coordenação geral dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento. Com autonomia administrativa e financeira e património próprio, é um instituto público de regime especial, com capacidade jurídica de intervenção sobre todo o território nacional.

As Conferências da Guarda vão contar também com a intervenção da presidente da Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), professora doutora Ana Abrunhosa, com o tema “Os Apoios às Empresas no Centro 2020”, agendada para as 15h45. A tarde de trabalho termina com um debate, marcado para as 16h15.

De referir que as “Conferências da Guarda” surgiram com o objetivo de trazer a visão de especialistas, “refletindo a Guarda de fora para dentro”, conforme referiu o presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, na conferência de imprensa de apresentação da primeira iniciativa, “Desafios”, que decorreu em 2014. Para o edil, a opinião de especialistas é uma “mais-valia”, trazendo uma abordagem profissional e até menos apaixonada e por isso mais objetiva sobre a cidade e o concelho.

A autarquia pretende fazer destas conferências uma marca para a cidade da Guarda chamando os guardenses a participar ativamente no planeamento da sua cidade.

Imagem: Conferências da Guarda: primeiro os “Desafios”, agora as “Oportunidades”