Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Comunicado - Rearborização da Av. Cidade de Salamanca

02/03/2016
leitura do texto Galeria

A Câmara Municipal da Guarda está a implementar um Plano de Rearborização na cidade que prevê a plantação de mais de 2000 árvores em vários locais da Guarda até ao final de março de 2017.

O Município da Guarda encomendou em Outubro de 2014 um estudo à UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, para avaliar o estado fitossanitário de todo o Parque Arbóreo da Cidade da Guarda.

As conclusões do estudo ditaram determinadas medidas a implementar no imediato, tendo a sua execução terminado em março de 2015.

Este estudo da UTAD foi por isso concluído.

Em novembro de 2015, a Câmara Municipal da Guarda encomendou um outro estudo de urbanismo a um Gabinete Paisagista de Lisboa, o qual concluiu ser necessário concretamente para a Av. Cidade de Salamanca alguns abates e a plantação de outras espécies e em maior quantidade.

As conclusões apresentadas ditaram que por razões fitopatológicas e urbanísticas, seria necessário proceder à substituição de várias árvores naquela artéria da cidade.

Este novo estudo foi apresentado no passado mês de fevereiro, numa sessão pública que decorreu nos Paços do Concelho, não tendo merecido qualquer reparo.

Nessa sessão, a intervenção na Av. de Salamanca foi apresentada por um técnico especialista pertencente a um Gabinete de Arquitetura Paisagista com uma vasta experiência nesta área.

Para este ato público foi convocada toda a população, tendo sido enviadas 16.000 cartas para toda a Cidade da Guarda.

Trata-se de uma vivência democrática pela qual desde sempre este Executivo tem pautado a sua ação.

As ações em curso inserem-se num plano geral de intervenção no Parque Arbóreo da Cidade da Guarda, que está a ser executado em 3 fases distintas.

A primeira fase foi executada em 2015, com a primeira grande intervenção em toda a Cidade e posteriormente com o abate de cerca de 15 árvores no Jardim José de Lemos e a plantação de cerca de 30.

Esta ação, apesar de nessa altura ter sido criticada por algumas pessoas, é hoje em dia elogiada por todos.

Neste momento decorre a execução da segunda fase, com a substituição das 40 árvores (tílias e cedros) que estão a ser abatidas ao que se seguirá a plantação de 80 árvores de grande porte de outras espécies no mesmo local.

A terceira fase que se inicia em seguida, estará concluída até março de 2017, com a plantação em toda a Cidade da Guarda de 2000 árvores, para a qual solicitámos a opinião de diversos organismos sobre os locais a serem escolhidos.

A acrescentar a toda esta nova plantação, estará associada a requalificação de cerca de 30 outros espaços verdes da Cidade, até agora em estado quase devoluto.

Nunca este Executivo deixará de olhar para a Gestão Urbanística, Paisagista e a Gestão de todo o Parque Arbóreo, mas sempre devidamente sustentado em estúdos técnicos, assumindo sempre as tomadas de decisão necessárias.

No final de toda esta intervenção em toda a Cidade, teremos assim 2000 árvores novas e 30 espaços verdes requalificados.

Pelo Respeito pela Natureza e pelo Respeito pela Gestão da Natureza.

Respeitamos opiniões contrárias a qualquer estudo ou projeto mas não deixaremos, em diálogo construtivo, de exercer as competências do Município nesta matéria.

Estudos e projetos suportam decisões. Foi o que aconteceu com o estudo da UTAD e é o que está a acontecer com o estudo da ACB.

Imagem: Comunicado - Rearborização da Av. Cidade de Salamanca

Imagem: Novsa2.png
Imagem: Nova 1.png
Imagem: Nova 3.png