Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

​Crucifixus Fidei – Signos de Fé Interior na Galeria do Paço da Cultura até 16 de abril

15/03/2016
leitura do texto

Na próxima quinta-feira, dia 17 de março, a Câmara Municipal da Guarda inaugura pelas 18h00 na Galeria do Paço da Cultura a Proto-instalação, Crucifixus Fidei – signos de fé interior.

Trata-se de uma iniciativa que integra o programa, também do município em parceria com várias entidades, 'Semana Santa - Cultura e Fé'.

'Crucifixus Fidei' é composta por mais de 60 peças – crucifixos - vindas de coleções privadas e da Diocese da Guarda. Com diversas dimensões, épocas e estilos, esta instalação reúne obras também de múltiplos materiais. De realçar as esculturas em ferro, madeira, prata, cobre, estanho, marfim e bronze e ainda vários desenhos e pinturas.

Esta iniciativa, organizada pela Câmara Municipal da Guarda com o apoio da Diocese da Guarda, tem a curadoria e a conceção de João Mendes Rosa. «Esta proto-instalação resulta de um desafio que radica no conceito de intimismo devocional que obviamente coexiste com aquele que a canonicidade respetiva preceitua. Um desafio lançado às pessoas - aos fiéis, se se quiser – para uma partilha, neste período quaresmal, dos aspetos mais particulares da sua relação com o divino, corporizado na cruz de Cristo», explica o curador.

«A identidade simbólica adstrita a Iesus Nazarenus Rex Iudaeorum – fundia-se no seu próprio lenho de morte (e redenção). A cruz ganhava assim, foros de trono onde pontificaria o Soberano Nazareno, uma dualidade com o lenho sagrado, contrasta com a absorção da figura do crucificado pela própria cruz, ao ponto se se dispensar a figuração.

Convive, pois, aqui, a simplicidade da abordagem do crucifixo enquanto transmissor de uma ligação mais afetuosa e liberta, com a da vigorosidade da mensagem que leva a uma introspeção mais impositiva tanto do ponto de vista conceptual como até identitário. Facilmente se destrinça a dispare atitude do contemplador /possessor face ao elemento cruciforme. O Crucificado é uma presença marcante de cada casa e traduz as vivências correlativas. O mesmo acontece na dimensão pessoal», refere João Mendes Rosa no texto do catálogo desta proto – instalação.

A iniciativa tem entrada livre e pode ser visitada até 16 de abril de terça a sábado, entre as 13h00 e as 19h00 na Galeria do Paço da Cultura.

Imagem: ​Crucifixus Fidei – Signos de Fé Interior na Galeria do Paço da Cultura até 16 de abril