Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Randstad assinalou primeiro ano na Guarda

25/07/2016
leitura do texto

A Câmara da Guarda e a Randstad assinalaram na passada sexta-feira, dia 22 de julho, o primeiro ano de funcionamento do 'call center' da Altice na Guarda.

A sessão decorreu no Parque Municipal, junto às instalações atualmente ocupadas pela Randstad e onde trabalham já 130 pessoas. Um número que agrada ao diretor de operações e vendas da Randstad, Pedro Empis, e que deverá subir até aos 170 postos de trabalho até ao final deste ano. Mesmo assim, a ambição da Randstad é a de que o projeto cresça ainda mais.

Pedro Empis referiu que o plano da empresa passa por um crescimento ainda maior do projeto «Estamos a trabalhar com a câmara ativamente e também com municípios satélite, para conseguirmos atrair mais pessoas', garantiu o dirigente que falou ainda da qualidade da equipa da Guarda, referindo até alguns prémios já adquiridos com o projeto nos chamados 'óscares' do setor atribuídos recentemente em Londres e onde a Randstad 'Guarda' foi galardoada com a medalha de ouro para a 'Melhor campanha de recrutamento' e o mesmo galardão para 'Gestão de Projeto' (para Europa a Médio Oriente).

Opinião partilhada por Álvaro Amaro, o presidente da Câmara da Guarda fala em sucesso e espera que o projeto da Randstad possa vir a crescer ainda mais.

«Os números falam por si, mas mais importante do que os números falam as pessoas», referiu o Presidente da Câmara, que sublinhou o facto de dois terços dos trabalhadores serem desempregados, mas verificar também que «um terço trocou o emprego anterior pelo atual».

Na mesma tarde, a Câmara da Guarda, o NERGA e a Associação Comercial assinaram um Acordo de Desenvolvimento Estratégico. A autarquia entregou 5 mil euros a cada uma das associações empresariais da Guarda, o objetivo passa por estimular a economia e gerar emprego.

«O município entregou 10 mil euros e tomara eu que a ACG e o NERGA cheguem ao fim do ano (2016) a dizer 'É bom que seja mais porque há ainda muito trabalho a fazer'. Justamente porque um maior e melhor apoio aos empresários, em última instância, gerará mais emprego e esse é sempre o nosso objetivo», garantiu o autarca.

Imagem: Randstad assinalou primeiro ano na Guarda