Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

16º aniversário do CEI é dedicado à Fotografia e Território

18/11/2016
leitura do texto

O Centro de Estudos Ibéricos assinala o seu 16ª aniversário com um conjunto de atividades ligadas à Fotografia e ao Território, nos próximos dias 25 e 26 de novembro, iniciativa que integra também o programa comemorativo do Município da Guarda do 816º Aniversário da Cidade.

A iniciativa tem início com a exposição 'Transversalidades: coordenadas e sinais de mudança' e será inaugurada na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda no dia 25, pelas 18h00. Em exposição vão estar os trabalhos da 5ª edição desta iniciativa que decorreu entre março e maio de 2016 e que contou com a participação de 700 candidaturas e muito perto de 4000 imagens e com a representação de mais de 30 países. Os participantes, provenientes de quase todos os Continentes, asseguram uma representatividade alargada, geográfica e profissional, com fotógrafos, fotojornalistas, designers e outros artistas a marcarem presença assinalável. Os múltiplos olhares que lançam sobre pessoas e paisagens de diferentes continentes asseguram uma mostra onde se contempla a riqueza e a diversidade natural, humana e cultural do planeta. Na mesma sessão será também apresentado o catálogo 'Transversalidades 2016. Fotografia sem Fronteiras' e serão entregues os Prémios do Concurso Transversalidades 2016.

Ainda no dia 25, às 21h00), é inaugurada outra exposição, desta vez no café Concerto do TMG. Trata-se de 'Rumores do Mundo: Olhar a diversidade que nos rodeia', uma mostra temática sobre a Mulher e os Modos de Vida, resultante de uma seleção de trabalhos fotográficos de grande qualidade artística e técnica desta edição do concurso Transversalidades 2016. Segue-se, no mesmo espaço, uma tertúlia sobre o tema da exposição, que conta com a participação de Pedro Pita, Florencio Maíllo, Jorge Pena e Santiago Santos.

No dia seguinte 26 de novembro, pelas 10h00 terá lugar na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço a inauguração da Exposição 'Imaginar o Território: Geografia e Poética do Olhar', mostra que parte da cumplicidade da geografia e da fotografia para (d)escrever a terra. Os painéis mostram as imagens captadas por geógrafos de referência de Portugal (Alfredo Fernandes Martins, José Manuel Pereira de Oliveira e Jorge Gaspar), Espanha (Valentín Cabero Diéguez) e Brasil (Messias Modesto dos Passos, Carlos Augusto de Figueiredo Monteiro, Rogério Haesbaert) para mostrar como olham e imaginam o território. Os trabalhos imagéticos (desenhos, mapas e fotografias) de Alfredo Fernandes Martins serão destacados no ano em que se comemora o Centenário do seu nascimento.

Tendo a exposição como pretexto, segue-se o debate 'Foto(geo)grafia: imagem e território', com a participação de Rui Jacinto, Fernando Rodríguez de la Flor, Susana Paiva, Fernando Paulouro, Lúcio Cunha, Duarte Belo, Victorino García e Valentín Cabero. Segue-se-lhe, às 12h45, o lançamento do número 12 da Revista 'Iberografias'.

O programa comemorativo termina pelas 14h45 com a homenagem a Monteiro Gil, um dos fotógrafos de referência da Guarda. A propósito serão inauguradas as exposições 'Olhos nos Olhos' e 'Imaginary Travel Around the USA', na Galeria do Paço da Cultura. Todas as iniciativas têm entrada livre.

Imagem: 16º aniversário do CEI é dedicado à Fotografia e Território