Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Torre dos Ferreiros passa a ser visitável e Quarteirão das Artes já tem Anteprojeto

10/05/2017
leitura do texto

A Torre dos Ferreiros vai passar a ser um ponto de 'visitação', aproveitando a sua posição privilegiada na antiga muralha da Guarda, é o objetivo principal do Município da guarda com o projeto de Requalificação do espaço que apresentou numa sessão no Museu da Guarda no passado dia 8 de maio. A Torre dos Ferreiros conta com uma das mais bonitas vistas a 360 graus da cidade mais alta, um miradouro subaproveitado que será agora reabilitado.

O projeto da autoria do arquiteto João Madalena (Barbosa & Guimarães Arquitectos) está em fase de conclusão do caderno de encargos e prevê um elevador panorâmico no espaço lateral da torre, atualmente abandonado. Da base ao cimo da Torre a viagem em elevador será de 17 a 20 segundos, possibilitando o acesso ao topo através de cadeira de rodas. Mas a torre será também visitável, subindo através da sua escadaria, alvo de obras de reabilitação. O Município prevê que esta obra esteja concluída em dois anos custando cerca de 600 mil euros, 85% dos quais financiados através do Pacto para o desenvolvimento e Coesão Territorial da Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela.

No mesmo dia, o Município da Guarda apresentou publicamente aquele que é o anteprojeto do Quarteirão das Artes. Conceito que surgiu aquando da passagem da gestão do Museu da Guarda para a autarquia, em 2015, e que pretende revigorar o panorama cultural da cidade e a zona compreendida entre o edifício do Paço da Cultura e o Museu da Guarda.

O futuro Quarteirão das Artes compreende, segundo esta proposta agora tornada publica, um Centro de Arte Contemporânea (a construir entre o Museu e o Paço da Cultura - Largo João de Deus) e o Museu da Cidade (R. Alves Roçadas). O anteprojeto ficará agora disponível para consulta pública, durante um mês, entre 16 de maio a 16 de junho. Numa iniciativa que o presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, pretende que seja o mais participada possível. Para isso, três técnicos da autarquia (o diretor do Museu João Mendes Rosa, o arqueólogo Victor Pereira e o arquiteto Fernando Lopes) vão estar no Museu Regional da Guarda disponíveis todas as terças- feiras, durante o referido mês, entre as 10h00 e as 12h00, para mostrar o projeto e registar as sugestões de quem queira participar.

Esperam-se contributos construtivos para o 'Quarteirão das Artes'. O objetivo deste ante projeto passa por trazer uma nova centralidade à atual zona compreendida entre o Paço da Cultura e o Museu Regional da Guarda. O Município prevê que a obra custe cerca de 1 milhão e 500 mil euros, não estando ainda previsto ainda, nesta fase de estudo, qualquer tipo de financiamento.

Imagem: Torre dos Ferreiros passa a ser visitável e Quarteirão das Artes já tem Anteprojeto