Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

7,5 milhões euros de investimento para águas e saneamento até 2018

17/05/2017
leitura do texto

Os SMAS – Serviços Municipalizados de Água e Saneamento da Guarda e a Águas do Vale do Tejo apresentaram em sessão pública, no passado dia 15 de maio, no Auditório dos SMAS, o Balanço do Plano de Investimentos 2014 – 2017, numa iniciativa que contou com a presença do presidente do Conselho de Administração da EPAL, José Sardinha.

Na sessão, o Município da Guarda e a EPAL anunciavam 7, 5 milhões de investimento até ao final de 2018. As duas instituições têm já aprovadas várias candidaturas para o abastecimento de água e saneamentos, com financiamento a 85 por cento, através do PO SEUR – Programa Operacional para a Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

Tudo porque, «Há investimentos que são economicamente maus, mas socialmente justos, referiria o presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, durante a sessão, sublinhando a importância destes investimentos.

Em 2013 eram 40 as localidades sem rede pública de água canalizada. Em 2017, o número baixou para 12. E no que respeita à rede de saneamentos os números também reduziram. Em 2014 faltava rede de saneamento básico a 90 localidades do concelho, em 2017 são 85 as que estão em lista de espera para a instalação do saneamento.

Em quatro anos e gradualmente, todas as 43 freguesias do concelho da Guarda foram incluídas no Plano de Investimentos dos SMAS por conta de saneamento ou da rede de abastecimento de água pública. Ainda segundo os dados apresentados pelo Presidente do Conselho de Administração dos SMAS Guarda, Sério Costa, no Balanço no passado dia 15 de maio:

Em 2014 foram 8 as Freguesias intervencionadas, em 2015 foram 15, no ano a seguir 25 e até ao final de 2017 prevê-se que sejam 30.

SMAS - Novas Redes de Saneamento 2017 – 2018 com Investimento Aprovado

ARRIFANA: Subsistema de Saneamento de São Miguel [Outeiro de S. Miguel] e Subsistema de Saneamento de Casal de Cinza [João Bragal de Cima];

CASAL DE CINZA: Subsistema de Saneamento de Casal de Cinza [João Bragal de Baixo e Torre];

CODESSEIRO: Subsistema de Saneamento de Gouveias / Pomares [Carvalhal] e Subsistema de Saneamento de Avelãs da Ribeira [Pai Viegas];

CORUJEIRA: Subsistema de Saneamento de Pero Soares e Sistema Elevatório de Corujeira;

FAMALICÃO: Subsistema de Saneamento de Valhelhas [Carapita];

GUARDA: Subsistema de Saneamento de São Miguel [Quinta da Pocariça];

RAMELA: Subsistema de Saneamento de Ramela [Aldeia Nova];

SÃO PEDRO JARMELO: Subsistema de Saneamento de Ima [Donfins, Ima, Urgueira];

UNIÃO DE FREGUESIAS DE POUSADE E ALBARDO: Subsistema de Saneamento de Casal de Cinza e Sistema Elevatório de Pousade;

VILA FERNANDO: Subsistema de Saneamento de Vila Fernando [Quinta de Cima e Vila Mendo].

Imagem: 7,5 milhões euros de investimento para águas e saneamento até 2018