Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

SPIN Guarda, Programa Municipal de Reutilização de Manuais Escolares

12/06/2017
leitura do texto

A Guarda deu um passo em frente no sentido da gestão sustentável dos recursos e da universalização do uso de materiais didáticos de qualidade nas escolas do concelho. O município vai implementar um inovador programa de reutilização de manuais escolares, que permite às famílias poupar até 80 por cento nos livros escolares dos seus filhos, e recuperar parte das despesas com os livros do ano anterior.

No concelho da Guarda, os gastos com manuais ascendem anualmente a um milhão de euros e é preocupação do executivo municipal aliviar a fatura das famílias na aquisição destes recursos didáticos, no início do ano letivo e ao longo de toda a escolaridade obrigatória. A reutilização tem vindo a crescer na Guarda e por todo o país, fruto de iniciativas da sociedade civil, das autarquias e do governo, mas enfrentando sérias dificuldades. Desde a recorrente mudança de manuais, até à falta de mecanismos simples e cómodos para a troca, com os requisitos técnicos que os mesmos implicam (gestão de stocks, transportes e armazenagem), passando pela dificuldade de criação de um sistema objetivo de controlo de qualidade e de um incentivo para a entrega dos livros.

É para ultrapassar estes obstáculos que o Município da Guarda lança o Programa SPIN Guarda, que permite aos munícipes recuperar 20 por cento das despesas com livros dos anos anteriores e poupar 60 por cento do PVP nos manuais para o próximo ano. Está disponível em spinguarda.pt uma plataforma web dedicada e, em breve, uma aplicação móvel (iOS e android) capaz de identificar os manuais através do reconhecimento do código de barras. O procedimento é muito simples: após registar os livros de que já não precisa, basta entregá-los devidamente identificados na escola. Após avaliação e recuperação pela equipa SPIN estarão disponíveis para os outros alunos da Guarda, e a remuneração respetiva é depositada na sua conta bancária.

O projeto SPIN é desenvolvido pela Book in Loop, uma start-up tecnológica, incubada no Instituto Pedro Nunes e na Startup Lisboa, dedicada a trazer as ferramentas da sharing-economy para o sector da educação. A empresa dedica-se a combinar as técnicas mais inovadoras com a pedagogia tradicional em soluções disruptivas que permitem garantir os padrões de qualidade do material didático, possibilitando grandes poupanças para o ambiente e a carteira. A plataforma de partilha de manuais que lançou em 2015 granjeou-lhe o Prémio Nacional de Indústrias Criativas, o Prémio Navegantes XXI, o Prémio E-empreendedor na área do comércio digital e o reconhecimento dos media e das 19 mil famílias abrangidas.

Recorde-se que o Município da Guarda, através da BMEL, tem nos últimos anos vindo a promover uma campanha de reutilização de Manuais Escolares. A Biblioteca recolhia os exemplares dos manuais usados de diferentes anos letivos e graus de ensino. O objetivo da campanha era ajudar as famílias a poupar na educação, redistribuindo manuais prioritariamente a famílias referenciadas pelo serviço de Ação Social da autarquia.

Imagem: SPIN Guarda, Programa Municipal de Reutilização de Manuais  Escolares