Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

5M euros para melhoria das acessibilidades à Estação, variante da Sequeira vai avançar

17/07/2018
leitura do texto

A pretexto da modernização nas Linhas da Beira Alta e Beira Baixa levadas a cabo pela Infraestruturas de Portugal (IP), o Município da Guarda vai também avançar com obras de remodelação das acessibilidades à Estação Ferroviária da Guarda e ao Terminal Rodoferroviário. Neste sentido foram assinados acordos estre as duas entidades na passada segunda-feira, dia 16 de julho, com um investimento total que chega aos 5 milhões de euros.

A Supressão das Passagens de Nível da Linha da Beira Baixa e da Linha da Beira Alta e a construção de uma passagem superior na Linha da Beira Alta (Estrada Variante da Sequeira), num investimento de 4 milhões de euros, assegurado através do Ferrovia 2020, vem «resolver questões complexas de segurança, existentes há décadas» justificou na referida sessão, o presidente do Conselho de Administração da IP, António Laranjo. O dirigente referiu que os acordos assinados visam aumentar a segurança com o encerramento das passagens de nível, pontos de conflito geradores de insegurança; regular o trafego rodoviário; e melhorar as acessibilidades à Estação e à Plataforma.

A IP, responsável pelo projeto, obra e expropriações, garante que o projeto estará concluído até ao final do ano e o presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, «gostaria que as obras se iniciassem já no final de 2019». O edil sublinhou a importância do documento assinado, que afirma ser «o resultado de um intenso trabalho negocial». Álvaro Amaro referiu mesmo que este fora um dos melhores momentos vividos como presidente da Câmara da Guarda. «Vale a pena ser autarca e podermos traçar rumos e definir objetivos», referiu. O projeto apresentado inclui uma obra há muito solicitada pelos guardenses: a estrada variante da Sequeira.

Quanto ao Projeto de “Remodelação das acessibilidades à Estação Ferroviária e Terminal Rodoferroviário”, apresentado na sessão pelo Chefe de Divisão de obras Pedro Almeida, irá incluir várias intervenções na Av. de S. Miguel, nomeadamente nos cruzamentos com a Rua de Treija, o Largo 1º de Maio e a Rua da Corredoura onde surgirão rotundas e na Av. João de Ruão (paralela à linha de comboio) que passará a ter apenas 1 sentido. O plano de reestruturação prevê ainda outra solução viária para o cruzamento da Rua da Treija com o Largo do Rosmaninhal e a Rua dos Caminhos de Ferro, onde deverá também surgir uma rotunda. A estimativa orçamental para estas alterações viárias é de 1 milhão de euros, 75% desse valor será garantido através do Ferrovia 2020 e os restantes 25% pelo Município da Guarda.

Seguiu-se a esta sessão, que decorreu na Câmara da Guarda, a inauguração das obras de Requalificação das pontes e do cruzamento da EN 338 com a EN 16 junto à localidade de Maçainhas.

Imagem: 5M euros para melhoria das acessibilidades à Estação, variante da Sequeira vai avançar