Município da Guarda

Imagem: Informação da versão beta

Município da Guarda

Entrada poente da Guarda requalificada

18/07/2018
leitura do texto Galeria

Desde o início da semana que quem entra na cidade 'mais alta' pelas estradas nacionais nº338 ou nº 16, vindo do Vale do Mondego, encontra os acessos requalificados. A Beneficiação incluiu o entroncamento das vias EN 338 e EN16 (Guarda Maçainhas) e dois pontões (PK 72km+200 e PK 75km+250). A obra, da responsabilidade da Infraestruturas de Portugal e da Câmara da Guarda, teve a orientação técnica da autarquia e foi inaugurada na passada segunda-feira, dia 19 de julho, pelo presidente da Câmara, Álvaro Amaro, e pelo presidente do Conselho de Administração da IP, António Laranjo.

Na rotunda que está agora no entroncamento das duas estradas nacionais surge uma peça de maquinaria têxtil, entretanto oferecida pela família Tavares. A antiga 'calandra' estava exposta na área de atendimento da fábrica têxtil Tavares. «Trata-se de uma peça que remete para a era da Revolução Industrial, constituída por um conjunto de grandes tubos, engrenagens e correias». A ideia base da intervenção, da autoria do arquiteto da Câmara da Guarda, Nuno Morais, estabeleceu-se «a partir da vontade de corporizar nesse local, entre a cidade e os aglomerados rurais onde a indústria têxtil se desenvolveu no século XX, uma referência a esse indústria, introduzindo aí uma antiga carda, aportando-lhe uma nova dimensão estética e simbólica», conforme refere a memória descritiva do projeto.

Imagem: Entrada poente da Guarda requalificada

Imagem: 22_web logo_IMG_8672.JPG
Imagem: 36_web logo_IMG_8763.JPG
Imagem: 28_web logo_IMG_8716.JPG
Imagem: 31_web logo_IMG_8724.JPG
Imagem: 40_web logo_IMG_8801.JPG